Os polifenóis do azeite de oliva

Os polifenóis do azeite de oliva são amplamente estudados com relação a sua influência na qualidade dos azeites e nos benefícios que proporcionam à saúde.

O termo polifenóis, ou compostos fenólicos, refere-se a um amplo, numeroso e complexo grupo de moléculas encontradas em hortaliças, frutas, cereais, chás, café, cacau, vinho, suco de frutas, e soja. Estão também presentes na oliveira, em suas folhas e nos frutos, as azeitonas. São os polifenóis do azeite, pois cada alimento possui um grupo específico.

O conhecimento sobre a composição de polifenóis em muitos alimentos ainda é muitas vezes limitado a Alguns alimentos, Desta forma, alguns tipos exóticos de frutas e alguns cereais, não foram analisados ainda.

Os polifenóis do azeite

A função dos polifenóis nas plantas

Os polifenóis existem no reino vegetal com a função de defender as plantas. De acordo com essa função, são eles que protegem os vegetais dos ataques físicos como o dos raios ultravioletas (do sol) . Além disso defendem as plantas dos ataques biológicos como os dos fungos, dos vírus e das bactérias.

Para realizar o seu papel protetor, os polifenóis se concentram nas folhas, cascas e sementes dos vegetais. Eles são eficientes em sua função nas plantas porque possuem um efeito antioxidante e antibiótico muito marcado e potente.

Os benefícios dos polifenóis para o ser humano

Essas  substâncias são classificadas como antioxidantes naturais e possuem propriedades terapêuticas quando consumidas pelo homem,.  Como estão presentes em muitos alimentos, O seu consumo é alto. Por exemplo, é dez vezes superior à ingestão diária de vitamina C e 100 vezes maior que o consumo de vitaminas. Por isso, para usufruir desses benefícios precisamos de uma alimentação variada e balanceada.

Os polifenóis têm recebido muita atenção da comunidade científica por seus numerosos efeitos biológicos, como antioxidante e também  seu potencial como agente antibiótico, antialérgico e anti-inflamatório.Estudos avaliam também sua a função na inibição de alguns tipos de câncer como o de mama.

Os polifenóis do Azeite

Cada produto natural ou derivado dele como o vinho e azeite tem um conjunto próprio de polifenóis. No caso do azeite há uma complexa interação de polifenóis base, como o hidroxitirosol e o tirosol e derivados como a Oleuperina e o oleocanthal.

São esses produtos que provocam o sabor amargo e a picância dos azeites frescos, ressaltando desta forma aromas e sabores. Também, são os responsáveis pela estabilidade do líquido, devido ao seu poder antioxidante. Além disso, estudos científicos comprovam que a sua presença no azeite traz diversos benefícios à saúde humana.

Com tantas propriedades os polifenóis do azeite estão intimamente ligados à qualidade do produto e a eficácia dele como alimento funcional. Ou seja, azeite de qualidade tem alto teor de polifenóis. Veja mais informações sobre a qualidade dos azeites neste artigo.

Os polifenóis estão presentes nas folhas da oliveira e também em seu fruto, a azeitona. Na produção de azeite realizada adequadamente os polifenóis passam para o liquido, fornecendo assim os benefícios já conhecidos. Portanto, podem ser aproveitados através do chá das folhas ou com o consumo de azeite.

Devido às evidencias verificadas em consumidores, a pesquisa científica dos polifenóis e de seus benefícios é intensa. Pesquisadores buscam entender mais as características dos componentes, como eles ocorrem ou não plantas e os benefícios no seu consumo.

Também considerando a importância dos polifenóis no azeite, os produtores procuram tomar todos os cuidados para manter o nível elevado desses componentes em seus produtos.

Fatores que determinam os níveis de polifenóis no azeite

De acordo com resultados das pesquisas, já se sabe que os polifenóis tem maior presença em algumas variedades de azeitona, como a italiana coratina, a espanhola picual, a portuguesa cobrançosa e a grega Koroneiki. As demais contem polifenóis em níveis variado e algumas com nível baixo, sendo por isso pouco resultando em azeites resistentes á oxidação, como é o caso da azeitona portuguesa galega e a espanhola arbequina.

Entretanto, existem diversos fatores que alteram o nível de polifenóis além da variedades. como por exemplo, o solo, o clima, a irrigação, o manejo do olival, as pragas, a época da colheita, o tempo entre colheita e produção, o processo de produção, a armazenagem e a embalagem. Ou seja, os polifenóis são complexos e sensíveis a todos esses fatores e a sua presença depende da natureza e dos cuidados que o produtor dedica a todo o processo.

Entre um dos fatores que da presença dos polifenóis é o nível de stress da planta. A Função dos polifenóis é proteger a planta de ameaças e plantas em situação de stress, como a pouca água, aumentam o nível de polifenóis. Ou seja, plantas que não são irrigadas tendem a ter mais polifenóis e as que são irrigadas devem ter controle para haja uma certa carência (rega deficitária).

Também já sabe pelas pesquisas, que a presença de polifenóis é maior quando a fruta está no início da maturação. Portanto azeites das primeiras colheitas são considerados melhores e são mais caros. Seguindo regra, quanto mais maduro o fruto, menos polifenóis, por isso azeites do fim da safra são considerados fracos, pouco resistentes e são mais baratos.

Os benefícios dos polifenóis do Azeite

Os polifenóis do azeite  são amplamente estudados na literatura cientifica com relação aos benefícios que proporcionam. Além de poderosos antioxidantes, cada um apresenta uma série de benefícios adicionais: O oleocanthal, por exemplo, é considerado um poderoso anti-inflamatório a oleuperina evita a hipertensão.

Considerando a importância das pesquisas o O instituto Nacional de saúde americano publica em seu site diversos estudos científicos que avaliam aos benefícios à saúde proporcionados pelo polifenóis.

O nível de presença de cada polifenol no azeite pode ser identificado em análise química. Embora não seja exigido para comercialização, existem algumas entidades promotoras de azeite de qualidade que obtém e divulgam esses resultados ao público interessado.

Desta forma, entre, entre os diversos benefícios, destacam-se:

  • antioxidante 
  • antiesclerótica 
  • antimicrobiana 
  • auxilia o sistema cardiovascular
  • atua contra os processos neurodegenerativos
  • Antiinflamatório
  • Prevenção do cancer
  • Protetor muscular e articular
  • Protetor do sistema imunológico
  • Prevenção da osteoporose
  • Proteção da retina
  • Efeito antienvelhecimento

O FDA americano, (Food and Drog Administration), devido as resultados ate agora obtidos em pesquisas científicas, autoriza o azeite de qualidade a portar em seu rótulo o benefício ao coração.

Author: Companhia do Azeite
Especialista em azeites

Outras fontes:
https://siteantigo.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/nutricao/polifenois-o-que-e/35007
https://lifestyle.sapo.pt/saude/peso-e-nutricao/artigos/polifenois
https://zumodegranada.com/pt/hidroxitirosol-pt/hidroxitirosol-o-melhor-antioxidante-natural/

comprar azeite cantinho do azeite